sexta-feira, agosto 28, 2009

e pergunto novamente:Quanto querem para deixar o Brasil em paz?

Cansei de bolsas
Cansei de maracutaias
Cansei da farsa
Cansei do roubo
Cansei de pagar para fazerem leis
Cansei de CPIs para controlar quem faz as leis
Cansei de ver nosso dinheiro viajando
Cansei de escutar acusações entre vocês
Cansei de não ve-los nas sessões deliberativas
Cansei de denúncias
Cansei dos fraudes
Cansei da corrupção
Cansei da embromação
Cansei do voto secreto
Cansei da falta da ética
Cansei de votos comprados
Cansei de greves
Cansei das promessas
Cansei dos golpes
Cansei dos traficantes
Cansei de compactuar com ditadores
Cansei de investigações
Cansei de votos vendidos
Cansei de emprestar nosso dinheiro
Cansei de tomar empréstimos
Cansei dos viciados
Cansei da falta da educação
Cansei da lei
Cansei do descaramento
Cansei do excesso de leis
Cansei da fome
Cansei da inundação
Cansei da seca
Cansei da indústria de processos
Cansei da miséria
Cansei de Conselhos
Cansei de Corregedorias
Cansei do esbanjamento
Cansei de ver idoso mendicante
Cansei da falta de remédios
Cansei da pedofilia
Cansei de ver nossas matas desmatadas
Cansei de ver chics
Cansei de ver juiz ladrão
Cansei de ver miserável
Cansei dos partidos
Cansei da fome
Cansei da violência contra as mulheres
Cansei de ver nosso jovens drogados
Cansei das emendas
Cansei de ver buracos nas estradas
Cansei de não ver médico nos hospitais
Cansei de ver mosquitos com vírus
Cansei de ver esgoto
Cansei de ver ratos
Cansei de ver nossa água poluída
Cansei de ver nosso empresas investigadas
Cansei das medidas
Cansei de ver fiscal autuado
Cansei de ver lixo
Cansei  de censura
Cansei de balas perdidas
Cansei de chorar
Cansei dos escrivães safados
Cansei dos tráficos
Cansei de ver cruzes
Cansei de ver policial matando
Cansei de traidores
Cansei do luto
Cansei da paz fictícia
Cansei dos imundos
Cansei de ver policial ladrão
Cansei do silêncio
Cansei de ver coronel preso
Cansei de ver vereador pedófilo
Cansei da desordem
Cansei de ver policial morrendo
Cansei de ver o descaso do judiciário
Cansei de ver desembargador ladrão
Cansei de ver deputados em castelos
Cansei do deboche
Cansei da violência
Cansei da falta de moral
Cansei de não ver nosso cruzeiro
Cansei de perder meus direitos
 
Quanto querem para deixar o Brasil em paz?

Em Cuba "Entre o temor e a espera" de Yoani Sánchez

Pouco alpiste para tanta gaiola

Escrito por: yoani.sanchez en Geração Y

Os rumores aumentam sobre a possível desaparição do sistema racionado de produtos alimentícios. Entre o temor e a espera, alguns afirmam que já nos começos de 2010 a cota de sal e açúcar será história passada e que a liberalização destes - e outros - alimentos, nós cairá em cima. Os que se assustam ante tal possibilidade não imaginam uma vida sem o subsídio do Estado, sem as muletas do subvencionado. Eu mesma nascí inscrita numa caderneta onde se anotava cada gramo do que se devia levar à minha boca. Se houvesse crescido só com o regulamentado, teria um corpo mais enfraquecido do que exibo agora. Por sorte a vida tem maior quantidade de opções do que os quadradinhos onde - cada mes - o merceeiro marca as mínimas rações que nos cabem.

Um cálculo simples me leva a pensar que se as 66 milhões de libras de arroz que se distribuem cada mes, pelo racionamento, fossem parar no mercado livre, os preços deste último baixariam. Poder-se-ia decidir então se ao invés do repetitivo cereal, comprariamos batatas ou verduras e já ninguém exclamaria "levo tudo que me dão para casa, melhor do que deixar na mercearia". Além disso, não existiria a sensação que nos presenteiam algo e sobretudo o sentimento de culpa que nos impede de protestar ou criticar quem garante essas pequenas porções. O mercado racionado deveria ser para esses que sofrem de uma deficência física, psíquica ou ficaram desempregados. Enfim, deve ser direcionado para os que necessitam da previdência social para sobreviver.

Ainda que a ideia pareça simples de dizer, o gargalo da garrafa da sua aplicação é que os salários continuam de acordo com os alimentos subvencionados da "caderneta" e carecem de objetividade frente aos preços liberados. Dizer à uma familia cubana que a partir de amanhã não terá as quantidades limitadas e as qualidades duvidosas que recebe da mercearia, é tirar-lhe o chão de sob os pés. O alpiste, mesmo restrito, é dificil de eliminar, pois erradicá-lo só pode ser feito se forem abertas as portas da gaiola. Daí que a noticia que na realidade esperamos não é a do fim do racionamento, senão do fim da menosvalia econômica que ele nos obriga, do fim de uma relação paternalista que nos mantem como filhotes de passarinho dependentes e…famintos.

 
...
 
Perto de nosso país, um país faminto de alimento e liberdade. Alguns na época acreditaram nas promessas, outros,os de visão, foram forçados a seguir as regras. O resultado é lamentável, desumano,desalentador. O povo persiste na sobrevivência do corpo e mente.
Alguns heróicos voam entre as grades da gaiola, nos advertem e pedem nosso apoio Algo mais que virtual
Não tem gelo,limão, coca-cola que nos faça engolir o desespero de um povo dominado.

Mea Culpa

segunda-feira, agosto 24, 2009

E te direi como tomam a Casa

Você mesmo os convida

Confia que falarão por você

Afinal você os respeita!

 

A outros,você contrata como funcionários

Confia que trabalharam honestamente

Afinal você os paga!

 

Com alguns divide sua intimidade

Confia que serão sinceros

Afinal são as palavras e promessas que te convenceram

 

E então você se desarma...

Quando percebe

Eles te seqüestram,te cercam,te amordaçam,te roubam

Te tomam a Casa

 

E assim te disse como tomam a Casa...

 

Não se iluda!

Virão ferozes, exterminadores.

Virão com processos, difamações

Virão com mentiras e traições

Virão com violência inimaginável

 

Assim te tomarão a Casa e a vida

 

E então se encontrará sozinho

No meio da corja de Psicopatas

No meio da corja de omissos

No meio de criminosos

 

Assim  agem

 

Ana Maria C. Bruni

Itacaré - Bahia

Por que ficaram caladas? Caso do medico Roger Abdelmassih

Algumas mulheres não ficaram caladas, segundo informações sobre denúncias contra o  Doutor Roger Abdelmassih
"O Ministério Público revelou que as denúncias mais antigas contra o médico são do início da década de 1970, de acordo com o depoimento de uma ex-paciente"
 
Elas não ficaram caladas!
Não houve quem as ouvisse!
...
Para as que se calaram permitindo que muitas outras sofressem de violência lembrem-se que,
Agora é tarde...
 

Primeiro estupraram uma mulher

Mas eu não me importei com isso

Eu não era a vítima.

 

Em seguida agrediram outras

Mas eu não me importei com isso

Eu não era como elas

 

Logo estavam perseguindo outras mais

E eu não disse nada

Eu não vivia como elas

 

Depois prenderam várias mulheres

Mas eu não me importei com isso

Porque não sou como elas

 

Em seguida difamaram outras

Mas eu não me importei com isso

Não era relacionado à minha vida

Também não me importei

 

Depois escutei seus gritos de socorro

Mas eu não me importei também com isso

Fingi que não os ouvi

 

Agora estão me estuprando

Agora estão me agredindo

Agora me perseguem

Agora estão querendo me prender

Agora estão me difamando

Agora estão querendo calar a minha voz

 

Mas já é tarde

Como eu não me importei com as outras mulheres,

Não sobrou nenhuma para se importar comigo.

...

Saiba mais sobre Roger Abdelmassih, o especialista em reprodução preso e acusado de cometer 56 crimes sexuais
 
Nos links do Dois em Cena
 

Proteção nos barcos lei 11.970

Lei nº 11.970, de 6.7.2009 - Altera a Lei nº 9.537, de 11 de dezembro de 1997, para tornar obrigatório o uso de proteção no motor, eixo e partes móveis das embarcações.

"Art. 4o-A. Sem prejuízo das normas adicionais expedidas pela autoridade marítima, é obrigatório o uso de proteção no motor, eixo e quaisquer outras partes móveis das embarcações que possam promover riscos à integridade física dos passageiros e da tripulação.

Do Migalhas lei na íntegra

..

Leia materia

sábado, agosto 22, 2009

Itacare Transferencia Recursos Apoio ao Transporte Escolar na Educação Básica

Saiba como visualizar a transferência de recursos para seu estado,cidade.
 
 
> Informações de todos os estados brasileiros
 
>Informações do seu estado> No ex. Bahia
 
> Para saber de seu Município > No ex.Itacaré
 
> Para saber o total do seu Município  > No ex. Total detalhado de Itacaré
 
Transferência de Recursos por Estado/Município

UF: BAHIA   Exercício: 2009

Totais da Consulta
Descrição do total Valor
Total destinado ao Estado: R$ 6.479.668.863,70
Total destinado ao Governo do Estado: R$ 2.393.921.948,42
Total destinado aos municípios do Estado: R$ 4.085.746.915,28
Total destinado ao município ITACARE: R$ 6.351.061,40

Selecione o(a) "Ação Governamental" para obter o detalhamento do valor

Caso queira outra classificação, clique no título da coluna correspondente

Função Ação Governamental Linguagem Cidadã Total no Ano (R$)
Educação 8744 - Apoio à Alimentação Escolar na Educação Básica   54.120,00
Educação 0969 - Apoio ao Transporte Escolar na Educação Básica PNATE  24.698,42
Encargos Especiais 0C33 - Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - FUNDEB   1.545.146,83
Encargos Especiais 0045 - Fundo de Participação dos Municípios - FPM (CF, art.159) FPM - CF art. 159  3.525.095,09
Saúde 20AL - Incentivo Financeiro aos Estados, Distrito Federal e Municípios Certificados para a Vigilância em Saúde Vigilância em Saúde  23.887,80
Saúde 20AB - Incentivo Financeiro aos Estados, Distrito Federal e Municípios para Execução de Ações de Vigilância Sanitária Vigilância Sanitária  3.000,00
Saúde 8577 - Piso de Atenção Básica Fixo PAB Fixo  172.656,60
Saúde 20AD - Piso de Atenção Básica Variável - Saúde da Família PAB Variável - PSF  266.237,00
Encargos Especiais 0999 - Recursos para a Repartição da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico - CIDE-Combustíveis CIDE - Combustíveis  10.072,04
Assistência Social 8446 - Serviço de Apoio à Gestão Descentralizada do Programa Bolsa Família Indice de Gestão Descentralizada - IGD  5.369,03
Assistência Social 2A61 - Serviços Específicos de Proteção Social Básica Serviço de Proteção Social Básica para Criança e Idoso  3.404,00
Encargos Especiais 099B - Transferência a Estados, Distrito Federal e Municípios para Compensação da Isenção do ICMS aos Estados Exportadores - (art. 91 ADCT) Transferências - LC n.º 87/96 e 115/2003  4.782,95
Assistência Social 8442 - Transferência de Renda Diretamente às Famílias em Condição de Pobreza e Extrema Pobreza (Lei nº 10.836, de 2004) Bolsa Família  666.468,00
Encargos Especiais 006M - Transferência para Municípios - Imposto Territorial Rural Transferência - ITR - Municípios  2.670,61
Encargos Especiais 0548 - Transferências de Cotas-Partes dos Royalties pela Produção de Petróleo e Gás Natural (Lei nº 9.478, de 1997 - Art.48) Royalties  5.839,28
Encargos Especiais 0551 - Transferências do Fundo Especial dos Royalties pela Produção de Petróleo e Gás Natural (Lei nº 7.525, de 1986 - Art.6º) Royalties  37.613,75
 
...
Por exemplo clicando na 2a coluna:   segue para janela:
Clica no 13.846.902/0001-95  0969 - Apoio ao Transporte Escolar na Educação Básica  e saberá o destino em detalhes

Transferência de Recursos por Estado/Município

UF: BAHIA   Exercício: 2009

Totais da Consulta
Descrição do total Valor
Total destinado ao Estado: R$ 6.479.668.863,70
Total destinado ao Governo do Estado: R$ 2.393.921.948,42
Total destinado aos municípios do Estado: R$ 4.085.746.915,28
Total destinado ao município ITACARE: R$ 6.351.061,40
Total destinado à ação PNATE: R$ 24.698,42
Total destinado ao favorecido PREFEITURA MUNICIPAL DE ITACARE [ITACARE PREFEITURA GABINETE DO PREFEITO]: R$ 24.698,42

Selecione o(a) "Convênio" para obter o detalhamento do valor

Mês Fonte - Finalidade Modalidade de Aplicação   Convênio Valor (R$)
Maio/2009 STN - CONVÊNIOS/CONTRATOS DE REPASSES 40 - Transf. a Municípios     376,64
Abril/2009 STN - CONVÊNIOS/CONTRATOS DE REPASSES 40 - Transf. a Municípios     2.647,89
Abril/2009 STN - CONVÊNIOS/CONTRATOS DE REPASSES 40 - Transf. a Municípios     9.279,03
Abril/2009 STN - CONVÊNIOS/CONTRATOS DE REPASSES 40 - Transf. a Municípios     45,65
Abril/2009 STN - CONVÊNIOS/CONTRATOS DE REPASSES 40 - Transf. a Municípios     376,64
Abril/2009 STN - CONVÊNIOS/CONTRATOS DE REPASSES 40 - Transf. a Municípios     2.693,54
Abril/2009 STN - CONVÊNIOS/CONTRATOS DE REPASSES 40 - Transf. a Municípios     9.279,03

Itacaré Transferencia Recursos Apoio à Alimentação Escolar na Educação Básica

 Saiba como visualizar a transferência de recursos para seu estado,cidade.
 
 
> Informações de todos os estados brasileiros
 
>Informações do seu estado> No ex. Bahia
 
> Para saber de seu Município > No ex.Itacaré
 
> Para saber o total do seu Município  > No ex. Total detalhado de Itacaré
 
Transferência de Recursos por Estado/Município
 
> Para obter o detalhamento do valor :Selecione o(a) "Ação Governamental" Caso queira outra classificação, clique no título da coluna correspondente

Transferência de Recursos por Estado/Município

UF: BAHIA   Exercício: 2009

Totais da Consulta
Descrição do total Valor
Total destinado ao Estado: R$ 6.479.668.863,70
Total destinado ao Governo do Estado: R$ 2.393.921.948,42
Total destinado aos municípios do Estado: R$ 4.085.746.915,28
Total destinado ao município ITACARE: R$ 6.351.061,40

Selecione o(a) "Ação Governamental" para obter o detalhamento do valor

Caso queira outra classificação, clique no título da coluna correspondente

Função Ação Governamental Linguagem Cidadã Total no Ano (R$)
Educação 8744 - Apoio à Alimentação Escolar na Educação Básica   54.120,00
Educação 0969 - Apoio ao Transporte Escolar na Educação Básica PNATE  24.698,42
Encargos Especiais 0C33 - Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - FUNDEB   1.545.146,83
Encargos Especiais 0045 - Fundo de Participação dos Municípios - FPM (CF, art.159) FPM - CF art. 159  3.525.095,09
Saúde 20AL - Incentivo Financeiro aos Estados, Distrito Federal e Municípios Certificados para a Vigilância em Saúde Vigilância em Saúde  23.887,80
Saúde 20AB - Incentivo Financeiro aos Estados, Distrito Federal e Municípios para Execução de Ações de Vigilância Sanitária Vigilância Sanitária  3.000,00
Saúde 8577 - Piso de Atenção Básica Fixo PAB Fixo  172.656,60
Saúde 20AD - Piso de Atenção Básica Variável - Saúde da Família PAB Variável - PSF  266.237,00
Encargos Especiais 0999 - Recursos para a Repartição da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico - CIDE-Combustíveis CIDE - Combustíveis  10.072,04
Assistência Social 8446 - Serviço de Apoio à Gestão Descentralizada do Programa Bolsa Família Indice de Gestão Descentralizada - IGD  5.369,03
Assistência Social 2A61 - Serviços Específicos de Proteção Social Básica Serviço de Proteção Social Básica para Criança e Idoso  3.404,00
Encargos Especiais 099B - Transferência a Estados, Distrito Federal e Municípios para Compensação da Isenção do ICMS aos Estados Exportadores - (art. 91 ADCT) Transferências - LC n.º 87/96 e 115/2003  4.782,95
Assistência Social 8442 - Transferência de Renda Diretamente às Famílias em Condição de Pobreza e Extrema Pobreza (Lei nº 10.836, de 2004) Bolsa Família  666.468,00
Encargos Especiais 006M - Transferência para Municípios - Imposto Territorial Rural Transferência - ITR - Municípios  2.670,61
Encargos Especiais 0548 - Transferências de Cotas-Partes dos Royalties pela Produção de Petróleo e Gás Natural (Lei nº 9.478, de 1997 - Art.48) Royalties  5.839,28
Encargos Especiais 0551 - Transferências do Fundo Especial dos Royalties pela Produção de Petróleo e Gás Natural (Lei nº 7.525, de 1986 - Art.6º) Royalties  37.613,75
...
 
Por exemplo clicando na 1a coluna:  8744 - Apoio à Alimentação Escolar na Educação Básica  segue para janela:
13.846.902/0001-95 PREFEITURA MUNICIPAL DE ITACARE [ITACARE PREFEITURA GABINETE DO PREFEITO] 54.120,00
Clica no 13.846.902/0001-95 
Transferência de Recursos por Estado/Município

UF: BAHIA   Exercício: 2009

Totais da Consulta
Descrição do total Valor
Total destinado ao Estado: R$ 6.479.668.863,70
Total destinado ao Governo do Estado: R$ 2.393.921.948,42
Total destinado aos municípios do Estado: R$ 4.085.746.915,28
Total destinado ao município ITACARE: R$ 6.351.061,40
Total destinado à ação 8744 - Apoio à Alimentação Escolar na Educação Básica: R$ 54.120,00
Total destinado ao favorecido PREFEITURA MUNICIPAL DE ITACARE [ITACARE PREFEITURA GABINETE DO PREFEITO]: R$ 54.120,00

Selecione o(a) "Convênio" para obter o detalhamento do valor

Mês Fonte - Finalidade Modalidade de Aplicação   Convênio Valor (R$)
Março/2009 STN - CONVÊNIOS/CONTRATOS DE REPASSES 40 - Transf. a Municípios     2.345,20
Março/2009 STN - CONVÊNIOS/CONTRATOS DE REPASSES 40 - Transf. a Municípios     2.772,00
Março/2009 STN - CONVÊNIOS/CONTRATOS DE REPASSES 40 - Transf. a Municípios     3.524,40
Março/2009 STN - CONVÊNIOS/CONTRATOS DE REPASSES 40 - Transf. a Municípios     3.542,00
Março/2009 STN - CONVÊNIOS/CONTRATOS DE REPASSES 40 - Transf. a Municípios     14.876,40
Março/2009 STN - CONVÊNIOS/CONTRATOS DE REPASSES 40 - Transf. a Municípios     2.345,20
Março/2009 STN - CONVÊNIOS/CONTRATOS DE REPASSES 40 - Transf. a Municípios     2.772,00
Março/2009 STN - CONVÊNIOS/CONTRATOS DE REPASSES 40 - Transf. a Municípios     3.524,40
Março/2009 STN - CONVÊNIOS/CONTRATOS DE REPASSES 40 - Transf. a Municípios     3.542,00
Março/2009 STN - CONVÊNIOS/CONTRATOS DE REPASSES 40 - Transf. a Municípios     14.876,40

Itacaré Transferência Recursos SAUDE 2009

Saiba como visualizar a transferência de recursos para seu estado,cidade.
 
 
> Informações de todos os estados brasileiros
 
>Informações do seu estado> No ex. Bahia
 
> Para saber de seu Município > No ex.Itacaré
 
> Para saber o total do seu Município  > No ex. Total detalhado de Itacaré
 
Transferência de Recursos por Estado/Município

UF: BAHIA   Exercício: 2009

Totais da Consulta
Descrição do total Valor
Total destinado ao Estado: R$ 6.479.668.863,70
Total destinado ao Governo do Estado: R$ 2.393.921.948,42
Total destinado aos municípios do Estado: R$ 4.085.746.915,28
Total destinado ao município ITACARE: R$ 6.351.061,40
Total destinado à ação PAB Variável - PSF: R$ 266.237,00
Total destinado ao favorecido PREFEITURA MUNICIPAL DE ITACARE [ITACARE PREFEITURA GABINETE DO PREFEITO]: R$ 266.237,00
Mês Fonte - Finalidade Modalidade de Aplicação     Valor (R$)
Maio/2009 FNS - PROGRAMA DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE     18.011,00
Maio/2009 FNS - PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA     38.400,00
Maio/2009 FNS - PROGRAMA DE SAÚDE BUCAL     450,00
Maio/2009 FNS - PROGRAMA DE SAÚDE BUCAL     9.000,00
Maio/2009 FNS - PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA     2.400,00
Abril/2009 FNS - PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA     38.400,00
Abril/2009 FNS - PROGRAMA DE SAÚDE BUCAL     9.000,00
Abril/2009 FNS - PROGRAMA DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE     18.592,00
Março/2009 FNS - PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA     38.400,00
Março/2009 FNS - PROGRAMA DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE     18.592,00
Março/2009 FNS - PROGRAMA DE SAÚDE BUCAL     9.000,00
Março/2009 FNS - PROGRAMA DE SAÚDE DA FAMÍLIA     38.400,00
Março/2009 FNS - PROGRAMA DE SAÚDE BUCAL     9.000,00
Fevereiro/2009 FNS - PROGRAMA DE AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE     18.592,00
 
 

sexta-feira, agosto 21, 2009

Na Bahia Entre Festas, Gripe A e Violência contra a mulher.

Bahia tem 78 casos oficiais de Gripe A

Chega a 78 o número de casos confirmados da Gripe A (suína) na Bahia. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, 398 casos suspeitos estão sendo investigados. Entre o dia 24 de abril e hoje, houve apenas uma morte confirmada, em Salvador. Dos casos confirmados, 50% são do sexo masculino, com idade média de 24 anos, variando de 11 meses a 77 anos. 75,6% dos casos confirmados são de moradores de Salvador. Os demais casos são de moradores de Ilhéus, Lauro de Freitas, Cachoeira, Feira de Santana, Porto Seguro, Guanambi, Camaçari, além de turistas de Maceió, Ribeirão Preto e Uruguai. A Argentina foi o possível local de contaminação para 43 das 78 pessoas. Oito pessoas que contraíram a doença estiveram no Chile, dois viajaram aos EUA e um esteve no Uruguai. As demais contraíram o vírus da Gripe A aqui no Brasil mesmo. No A Região

...

Moto Fest agita Itacaré

A partir desta quinta-feira (20), motociclistas de várias partes do país começam a chegar em Itacaré para o IV Moto Fest, encontro nacional que vai até domingo (23), com lojas de acessórios e shows de rock.

O evento, realizado pela Prefeitura de Itacaré em parceria com o Navegadores Moto Clube, de Porto Seguro, acontecerá na Avenida Castro Alves, orla da cidade, reunindo clubes da Bahia e outros estados. Ele tem apoio do Instituto de Turismo de Itacaré (ITI), Villas de São José, Skol, Itacare-ba.net, Itacare.com e Jupará Motos. A expectativa dos organizadores é de atrair 5 mil pessoas, entre motoqueiros e locais. O encontro contará ainda com uma trilha pela Mata Atlântica, no sábado (22), a partir das 9 horas. Antes, será oferecido um café da manhã especial para os "trilheiros", que farão 10km passando por cachoeiras e atrativos naturais de Itacaré.

....

Propostas para combate a violência contra a mulher em Itabuna

Membros da Comissão Municipal de Enfretamento de Combate à Violência Contra a Mulher (Comevicam) reuniram-se, ontem (18), na Secretaria de Assistência Social (SAS), localizada no Centro Administrativo Municipal. O encontro teve o objetivo de apresentar os membros da comissão e discutir as 30 propostas do plano de ação.
Segundo a presidente da Comevicam e chefe da Divisão de Combate à Violência Contra a Mulher, Alzira Marques, entre as propostas apresentadas foi escolhida uma linha de atuação para combate imediato desta problemática. Assim as primeiras ações do grupo serão: o intercâmbio com as escolas de Itabuna; a popularização, aplicação e esclarecimento a respeito da Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006); desenvolvimento da Campanha número 100 para motivar as pessoas a denunciarem as agressões utilizando o telefone que disponibiliza os serviços da Delegacia de Proteção à Mulher e a capacitação profissional, com a criação de núcleos que vão oferecer aulas de artesanto.
Do SportNews  

quinta-feira, agosto 20, 2009

Proteção nos barcos lei 11.970

Lei nº 11.970, de 6.7.2009 - Altera a Lei nº 9.537, de 11 de dezembro de 1997, para tornar obrigatório o uso de proteção no motor, eixo e partes móveis das embarcações.

"Art. 4o-A. Sem prejuízo das normas adicionais expedidas pela autoridade marítima, é obrigatório o uso de proteção no motor, eixo e quaisquer outras partes móveis das embarcações que possam promover riscos à integridade física dos passageiros e da tripulação.

Do Migalhas lei na íntegra

..

Leia materia http://www.globoamazonia.com/Amazonia/0,,MUL1222014-16052,00.html

quarta-feira, agosto 19, 2009

terça-feira, agosto 18, 2009

sei...

 

Os lobos maus da Gripe Suína( A- H1N1)

Um pai,deputado federal, enviou sua filha para uma viagem a Disney. Voltaram ela e mais uma dezena de jovens com sintomas da gripe A. Esse pai e tantas outras famílias resolveram ignorar o significado de  PANDEMIA e enviaram seus filhos para a boca do lobo.
Não consigo entender como entregam seus filhos, ousando desafiar um vírus mortal, para satisfazer um capricho de férias.Bem o tal pai deputado sentiu na pele como é o atendimentoe o tal monitoramento.
...
Nada de panico, recomendam tranquilidade neste momento. No dia 11/08 na Camara houve uma discussão sobre ações adotadas pelo governo para combater a nova gripe ( Influenza A - H1N1).
Entre elogios ao MS e algumas inflamadas sobre o SUS, o que mais surpreende é a "surpresa" como recebem informações,recomendações sobre a Gripe A que deveriam ser básicas para qualquer país. Comentam " muito oportuna a sugestão". falam sobre logística, gestão e forma de atendimentos nos hospitais e sugerem uso de laboratórios particulares. Tudo isto quase 80 dias após decretada a Pandemia.
Como um país não está preparado para proteger a população em casos de Pandemia, Epidemias?
 
Informações sobre a Gripe A do MS 
Esclarecimento à população sobre a distribuição do medicamento contra a nova gripe

Justos da Nação Brasil

Com tanta lama,
não impedirão a visão maior!
Saberei distinguir os justos
 
Eu quero bons exemplos
Eu quero aplaudir os destemidos
Eu quero cumprimentar os honrados
Eu quero abraçar brasileiros
 
Eu quero reconhecer os Justos da Nação Brasil

Justo entre as Nações

Eu procuro salvar qualquer um que pode ser salvo

Capitão Wilm Hosenfeld .Servia em Varsóvia a partir de 1940, ajudou em 1944-45 o pianista Szpilman a sobreviver, fornecendo-lhe um esconderijo e alimentos. Detido pelos soviéticos no final da guerra, morreu na prisão, em 1952.

Justo entre as Nações

domingo, agosto 16, 2009

Condições para receber a Bolsa Família

O que são condicionalidades?

As condicionalidades são os compromissos nas áreas da Educação, da Saúde e Assistência Social assumidos pelas famílias e que precisam ser cumpridos para que elas continuem a receber o benefício do Bolsa Família.

Condicionalidades do PBF

  • Educação: freqüência escolar mínima de 85% para crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos e mínima de 75% para adolescentes entre 16 e 17 anos.
  • Saúde: acompanhamento do calendário vacinal e do crescimento e desenvolvimento para crianças menores de 7 anos; e pré-natal das gestantes e acompanhamento das nutrizes na faixa etária de 14 a 44 anos.
  • Assistência Social: freqüência mínima de 85% da carga horária relativa aos serviços socioeducativos para crianças e adolescentes de até 15 anos em risco ou retiradas do trabalho infantil

As condicionalidades do Programa Bolsa Família são, ao mesmo tempo, responsabilidades das famílias e do poder público.

O objetivo das condicionalidades não é punir as famílias, mas responsabilizar de forma conjunta os beneficiários e o poder público, que deve identificar os motivos do não-cumprimento das condicionalidades e implementar políticas públicas de acompanhamento para essas famílias.por aline.aguiar  http://www.mds.gov.br/bolsafamilia/condicionalidades/o-que-sao-condicionalidades/

IMUNDAS

VAGABUNDAS
PIRANHAS
VADIAS
CACHORRAS
VIGARISTAS
 

Imundas,
assim serão chamadas,
não será permitido que as chamem de Mulheres!

 

Imundas,
Sempre encontrarão IMUNDOS
e formarão o conjunto da luxúria, da devassidão, da imoralidade.
Sempre mais sujos, mais pérfidos, mais destruidores
!

 

Imundas,
assim serão chamadas

 

Blog Imundas Blog Imundos

sábado, agosto 15, 2009

Muitos brasileiros nas mãos de poucos

População no Brasil 191.582.922 habitantes.

Nas mãos de 81

1/3 dos senadores é alvo de inquérito ou ação na Justiça

27 dos 81 membros do Senado têm ocorrências em diferentes esferas; eles negam acusações

Denúncias vão de supostos crimes eleitorais, como a compra de votos, até uso de trabalho escravo ou danos ao patrimônio histórico


FERNANDO BARROS DE MELLO
PEDRO DIAS LEITE
DA REPORTAGEM LOCAL

Um terço dos senadores é alvo de inquéritos, ações penais no STF (Supremo Tribunal Federal) ou acusações de irregularidades eleitorais ou cíveis. Levantamento feito pela Folha nos dados de diversos tribunais do país aponta que 27 dos 81 senadores do Brasil enfrentam algum caso na Justiça.
O cálculo não leva em conta litígios de natureza particular ou movidos apenas por adversários políticos.
A revelação ocorre num momento em que o Senado enfrenta uma das piores crises de sua história, na esteira de uma série de denúncias contra seu presidente, o senador José Sarney (PMDB-AP).
Dos 27 senadores com ocorrências na Justiça, 10 são da oposição e 17 da base aliada. O partido com maior número de senadores citados na Justiça é o PMDB, 8 de uma bancada de 19 congressistas (42%).
Do total de senadores com ocorrências na Justiça, cinco são suplentes que assumiram o cargo com a saída do titular.
Esse é o caso de Roberto Cavalcanti (PRB-PB), que assumiu a vaga de José Maranhão (PMDB), empossado governador da Paraíba, após a cassação do tucano Cássio Cunha Lima.
Cavalcanti respondia na Paraíba por corrupção ativa e uso de documento falso. O caso está agora no STF, onde há outro inquérito por corrupção.
Membro da chamada "tropa de choque" governista e de Sarney, Gim Argello (PTB-DF), que assumiu após renúncia do senador Joaquim Roriz (PMDB-DF), é alvo de inquérito por apropriação indébita, peculato, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O caso está sob segredo de Justiça.
Outro aliado de Sarney, Wellington Salgado (PMDB-MG), que assumiu a vaga de Hélio Costa, é alvo de inquérito sob acusação de crime contra a ordem tributária e apropriação indébita previdenciária.
Vice-presidente do Senado, Marconi Perillo (PSDB-GO) responde a dois inquéritos no STF que tratam de irregularidade em licitação pública e crime contra a administração.
A Procuradoria Geral da República fez parecer pelo recebimento de denúncia contra João Ribeiro (PR-TO) em inquérito que trata de uso de trabalhador em condição análoga a escravidão. O STF ainda não decidiu. Outro inquérito, que envolve o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), trata de contrabando ou descaminho.
Líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR) tem dois inquéritos no STF. Um deles trata de captação ilícita de votos e corrupção eleitoral; outro, de desvio de verbas públicas.
Valdir Raupp (PMDB-RO) tem duas ações penais, sob acusação de gestão fraudulenta de instituição financeira e crime contra a administração pública. A Procuradoria Geral da República deu parecer pelo arquivamento no primeiro caso e fez denúncia no segundo. Ambos aguardam decisão. Raupp tem mais três inquéritos.
O senador Expedito Júnior (PR-RO) teve a cassação confirmada pelo TSE em junho, sob acusação de abuso de poder econômico e compra de votos. Ele permanece no Senado.
Alvos na Justiça, alguns senadores ocupam a presidência ou a vice-presidência de importantes comissões do Senado. Em alguns casos, a área de atuação tem relação com as acusações imputadas a eles.
Wellington Salgado, vice-presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, é alvo de dois inquéritos por crime contra a ordem tributária e apropriação indébita previdenciária.
O senador Lobão Filho (PMDB-MA), vice-presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática, é réu no STF sob acusação de crime contra as telecomunicações.
Cícero Lucena (PSDB-PB), vice-presidente da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle, é réu em ação penal, acusado de desvio de verba pública e fraudes em licitações.
Processo contra o presidente da Comissão de Serviços de Infraestrutura, Fernando Collor (PTB-AL), trata de falsidade ideológica, peculato, tráfico de influência e corrupção ativa.
O tucano Eduardo Azeredo (MG), presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, foi denunciado pela Procuradoria Geral da República por envolvimento no mensalão mineiro, suposto esquema de desvio de verba ocorrido em 1998.

Próximo Texto: Outro lado: Senadores refutam acusações de processos

outro lado

Senadores refutam acusações de processos

DA REPORTAGEM LOCAL

Os senadores ouvidos pela Folha negam as acusações levantadas em processos ou investigações judiciais.
O advogado do senador Fernando Collor (PTB-AL), Fernando Neves, disse que a ação penal sobre dívida tributária está trancada e os débitos estão sendo parcelados. Sobre o processo em que Collor é réu, entre outros crimes, por corrupção, diz que é denúncia feita quando ele era presidente da República (1990-1992) e que o resultado será favorável.
O senador Leomar Quintanilha (PMDB-TO) disse que ele "apenas é arrolado, junto com outras 63 pessoas" no inquérito no STF. "Confio na Justiça do meu país e estou absolutamente seguro da minha inocência em relação aos fatos que estão sendo apurados no inquérito."
A defesa do senador Expedito Júnior (PR-RO), cassado pelo TSE, sustentou que as provas não são suficientes e que os depoimentos prestados são controversos e devem ser reavaliados. Acusa ainda as testemunhas de receberem de Acir Gurgacz -segundo colocado nas eleições e que deve assumir a vaga- gratificação mensal em retribuição ao depoimento.
A assessoria de Gim Argello (PTB-DF) disse que a defesa foi apresentada, que ele não acredita que será denunciado e que não há nenhuma ação penal, apenas o inquérito.
O senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) não respondeu à Folha. Em outras ocasiões, ele disse que é incorreto o uso da palavra mensalão e que o que houve foi prestação incompleta de contas eleitorais.
O senador João Ribeiro (PR-TO) diz, sobre os processos por peculato e formação de quadrilha, que são assuntos antigos e ainda não teve a oportunidade de provar sua inocência.
Sobre a acusação de uso de trabalho escravo, diz que nada foi provado e que no TRT da 18ª Região (Pará), a representação foi transformada em "irregularidade trabalhista" e a multa, reduzida para R$ 70 mil. "Estou novamente recorrendo da decisão porque também considero injusta a multa aplicada."
A defesa de Roberto Cavalcanti (PRB-PB) sempre sustentou que seu cliente não pode ser responsabilizado pelos crimes apontados e que não há provas contra ele.
O senador Marconi Perillo (PSDB-GO) disse ser inocente e atribuiu as ações a rivais políticos. Afirmou que foi acusado de usar aeronave do governo durante a campanha, mas que tem notas provando que alugou aviões para os trechos.
Em outro caso, disse que seu nome foi usado indevidamente por um prefeito, sem nenhuma participação sua. Em inquérito sobre contrato irregular de agência de publicidade, disse que não era o responsável pelo gasto -que, mesmo assim, era legal, segundo ele.
A assessoria do senador Epitácio Cafeteira (PTB-MA) culpou um problema técnico. "A questão central da acusação contra o senador Epitácio Cafeteira é um erro formal comum a quase todos os candidatos das eleições de 2006: ausência de individualização dos gastos com a propaganda eleitoral gratuita da TV", disse.
Romero Jucá (PMDB-RR), por meio da assessoria, atribuiu o fato de os casos ainda estarem no STF à morosidade da Justiça. Disse que o inquérito por corrupção eleitoral foi arquivado pelo TSE. No de desvio de verbas, afirmou ser testemunha. O Supremo avalia se recebe a denúncia.
O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) disse, pela assessoria, que "o único inquérito que existe fui eu que solicitei". Ele pediu que fosse investigado no auge das denúncias que o levaram a renunciar à Presidência do Senado, em 2007.
A assessoria da senadora Katia Abreu (DEM-TO) disse que, em junho de 2006, a Justiça Federal do Tocantins julgou totalmente improcedente a ação da Procuradoria sobre crimes ambientais, "reconhecendo a insubsistência de responsabilidade no caso e a ausência de danos". O que existe hoje é um recurso do Ministério Público, contestado pela senadora.

Arquivamento
No caso de Rosalba Ciarlini (DEM-RN), o relator do processo no STF propôs arquivamento do caso, que espera votação dos ministros. "Fiz de boa-fé, para gerar empregos", disse, sobre obra no estacionamento de supermercado, quando era prefeita de Mossoró.
O advogado de Valdir Raupp (PMDB-RO), José de Almeida Jr., disse que "todos os processos são porque ele perdeu a eleição em 1998, e a oposição partiu para cima da gente". Uma das duas ações penais já teve parecer favorável ao arquivamento. No caso dos três inquéritos, diz que as denúncias não devem ser acatadas; em um deles, existem cinco votos a favor de abertura de ação.
A assessoria do senador Wellington Salgado (PMDB-MG) não respondeu à Folha. Quando o inquérito contra ele foi aberto, em 2007, ele afirmou que participava de um programa de refinanciamento de dívidas com o governo, mas que em determinado momento a sua adesão foi cancelada. Disse que nunca deixou de declarar e que iria se defender judicialmente.
A assessoria de Mauro Fecury (PMDB-AM) disse que ele doou o imóvel que levou à ação por danos ao patrimônio, para que fosse restaurada. Sobre o INSS, diz que houve acordo e a dívida está sendo paga.
O senador Mário Couto Filho (PSDB-PA) diz, por meio de sua assessoria, que "não houve dolo [intenção]" tanto no caso da ação penal quanto no do inquérito, ambos por desobediência a ordens para que um outdoor e uma pintura de muro que faziam propaganda fossem retirados. Afirma que houve acordo de doações de medicamentos.

Adversários
A senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE) disse, via assessoria, que teve decisões favoráveis no Tribunal de Justiça de Sergipe e atribuiu os processos no TRE a adversários. O mesmo argumento de João Vicente Claudino (PTB/ PI).
O senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) afirmou, pela assessoria, que não pode dar declarações sobre inquérito em segredo de Justiça, mas que sua defesa é "consistente".
O senador Jayme Campos (DEM-MT) disse que um dos casos trata de uma permuta de terras que não contou nem sequer com a assinatura, quando era governador, e que houve exploração política.
Sobre o inquérito que tratava de licitação, disse que foi para compra de equipamentos para uma região que passava por um surto de malária e que a entrega caberia ao governo que o sucedeu. "Todo homem público está sujeito às injustiças e às armadilhas malévolas dos adversários", disse.
Não responderam à Folha os senadores Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), Cícero Lucena (PSDB-PB), Lobão Filho (PMDB-MA) e Inácio Arruda (PC do B-CE).
http://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc1008200903.htm